15
janeiro

Ano de 2014 começa violento em Sapezal: Duas pessoas são assassinadas

O início do ano foi marcado por tragédias para a população sapezalense, devido o homicídio de duas pessoas em menos de dez dias, fato que causou comoção popular e preocupação por parte dos agentes da segurança pública do município de Sapezal.

Por Josemar Campos/Especial para O Jornal

VEÍCULO de empresário morto no dia 09 foi encontrado incendiado, no último domingo.

VEÍCULO de empresário morto no dia 09 foi encontrado incendiado, no último domingo.

O início do ano foi marcado por tragédias para a população sapezalense, devido o homicídio de duas pessoas em menos de dez dias, fato que causou comoção popular e preocupação por parte dos agentes da segurança pública do município de Sapezal.

Na noite em que era comemorada a virada do ano, na madrugada do dia 1º de janeiro, um jovem de 21 anos foi assassinado brutalmente na localidade onde era realizado o Réveillon na cidade. A praça centrla de Sapezal foi palco deste homicídio, que vitimou o jovem Paulo Sérgio, alvejado com um tiro na cabeça.

Naquela noite não houve informações que identificassem o autor do disparo e, por isso, o trabalho da polícia ficou mais difícil, sendo que no mesmo horário a polícia se dividiu para atender outra ocorrência, um flagrante de roubo que terminou com o ladrão impedido de completar o crime; o mesmo foi alvejado na perna após ter investido contra os policiais com uma faca. Esta ocorrência aconteceu no mesmo horário do homicídio na praça central.

Após alguns dias de investigação, a polícia apreendeu um menor de idade, que se tornou o suspeito principal de ter tirado a vida de Paulo Sérgio. A investigação coloca o menor no local do crime e o mesmo foi reconhecido por algumas testemunhas, além de o mesmo já ter algumas passagens pela polícia; a investigação continua sob a responsabilidade da PJC de Sapezal.

O evento era público e realizado pela prefeitura de Sapezal e, segundo informações, não tinha as medidas de segurança suficientes para dar a tranquilidade necessária para que os munícipes pudessem ter uma festividade segura.

EMPRESÁRIO – No bairro Águas Claras em Sapezal, o jovem empresário Moisés Cláudio, 31, teve a sua vida ceifada de forma brutal. O autor do homicídio abordou a vítima e atirou em sua cabeça, não dando chances de defesa.

Segundo informações, duas motocicletas com piloto e passageiro abordaram Moisés, que estava dirigindo uma picape Strada. Após uma breve discussão entre o autor do crime e a vítima, que já estava fora do carro, foi ouvido um disparo de arma de fogo e o passageiro de uma das motos assumiu a direção da picape e saiu em direção à BR-364, que corta a cidade. Já as motocicletas se dirigiram ao centro da cidade; após foi constatado que havia um homem caído ao chão com um ferimento em sua cabeça.

Era aproximadamente 23h da quinta-feira (09) e a polícia militar e o pronto atendimento foram acionados para atender essa ocorrência. Chegando ao local, a vítima ainda estava com vida e a mesma foi encaminhada ao hospital, mas não resistiu e morreu logo em seguida.

Inicialmente, as suspeitas eram que se tratava de um latrocínio, pois a picape foi levada por um dos envolvidos no homicídio, hipótese que estava sendo trabalhada pela polícia até o momento. Contudo, neste domingo (12), o veículo foi encontrado queimado próximo a um rio, nos fundos de uma fazenda, próximo do centro urbano do município, tendo os pneus foram retirados do veículo antes de ser ateado fogo.

A polícia realizou diligências e bloqueios nos municípios vizinhos de Campos de Júlio, Comodoro, Nova Lacerda, Campo Novo do Parecis e estradas de terra que dão acesso a outros municípios, mas não obteve êxito na prisão de nenhum suspeito até o momento. Moisés Claudio Alves da Silva possuía uma empresa de prestação de serviços em veículos a diesel.

 

Comentários